terça-feira, 20 de agosto de 2013

Hoje é tempo da Graça!




Sabe quando você sente saudade de uma pessoa, sabe onde ela mora mas nunca vai visita-la?

Então, eu estava assim com o blog. Todos os dias suspiro, rê-leio meus textos e digo que estou com saudades de escrever, mas nunca escrevo. Estranho pensar que talvez não tenha mais sentido, ou nada tenha me ocorrido e me inspirado a escrever. Até que parei para ler a descrição do blog e vi que o sentido dele e das minhas palavras sempre foi organizar sentimentos e existir.

Como é difícil parar e analisar a própria vida, se entender, definir... e no final criar tópicos que te leve a entender a própria realidade.

Percebi que em pouco tempo a vida toma grandes proporções.
Novos rumos foram conquistados e nunca pensei em chegar a este estado DE FELICIDADE!
Sim, de felicidade. Sentir-se completa, sem faltar nada!

Vejo que essa felicidade pode ser definida com uma frase de cada texto que já escrevi, todas as minhas necessidades de “organização” me levaram onde estou hoje.

Vivendo meu “tempo de esperas”, sempre confiei em “meus propósitos de mudança”, hoje vejo que tudo se encaixou no momento certo.

“A flor que estava a crescer”
passou pelos devidos cuidados e hoje cheia de botões alegra a vida de quem admira seus encantos.
A eternidade realmente se sente nos simples gestos; “nos segundos de um beijo, nos minutos de um abraço”.

“... Compreender o tempo, foi esperar a mudança em cada dia em minha vida”
E quando menos se espera o tempo passa, e aos poucos se percebe as Maravilhas de Deus.
Aos poucos, sentimos que tudo passou, que o processo de tempo valeu a pena.”

Sabe, descobri “onde mora o amor”. Sim, fica “ali depois da esquina”.

Quantas vezes parei na esquina, quantas vezes imaginei chegar até ali e bater na porta.
Quantas noites imaginei a sua vida, rezei e pedi pra Deus cuidar de suas conquistas.
Ah quantas noites...

Quantos questionamentos, quantas dúvidas, quantos medos.
E quanta certeza. Certeza de “o que vale a pena possuir vale a pena esperar”.

Certeza que muitas vezes me colocou à prova.
O meu amor chegou a ser ridículo, minhas decisões já não eram coerentes;
Meu sentimento já não fazia sentido e mesmo sem ter desistido, achei melhor deixar passar despercebido.

Hoje, só “quero crescer ao seu lado, sentir que sou importante.
Quero te fazer sentir importante para mim, quero te fazer feliz”.

E o tempo de Deus de concretizou, da maneira que eu esperava:

- Quer namorar comigo? Me espera até setembro?!
- Esperar de novo? Mais um pouco? Sim, eu te espero... espero o tempo que for.

...

Ah meu amor, o dias de espera ao seu lado são tão mais alegres.
Te esperar e te ter ao mesmo tempo, é sentir o amor de Deus por completo, de forma concreta em minha vida!

Mesmo com as dificuldades, com as diferenças, é tão bom ter certeza que valeu a pena!

Enfim, faltam só mais 25 dias! E a cada dia te amo mais!
É você a pessoa certa, sempre foi... você é meu presente de Deus.

Fui surpreendida e tudo aconteceu como esperei;
Sou feliz por completo, como nunca esperei!!!

Eu vivo o tempo de Deus, o tempo da Graça!
Hoje é tempo da Graça!